SINTA-SE EM CASA, FIQUE A VONTADE
Loading ...
Sábado, 4 de Fevereiro de 2012
DA QUE PENSAR...

Copiado da pagina do Carlos Cruz no Facebook:

 

 
O PAÍS  DO MEDO

Soube hoje uma notícia que, não me tendo surpreendido totalmente, me tocou de uma forma muito especial:
-“Há pessoas que querem ler o meu livro, olham para ele, mas têm medo de o comprar ou de serem vistos com ele na mão. Nem coragem têm para o folhear na livraria”!

... É verdade! E senti muita pena dessas pessoas ao imaginar a vida infeliz que deverão viver. Têm MEDO!

A isto chegou Portugal! A Censura que durou décadas, e que oficialmente acabou com o 25 de Abril, transformou-se num monstro muito pior: a auto-censura! Não se fala, com medo de ser despedido; não se escreve, com medo de ser dispensado; não se reclama, com medo de ser segregado. É o sintoma de que já não vivemos em Liberdade. Vivemos dominados pelos vários poderes instalados e que nos controlam as vidas. Vivemos num gueto do nosso  interior.

Chegamos ao fim da linha quando já sentimos medo de que nos apanhem com um simples livro na mão. Porque sabemos que esse livro desmonta a mentira transformada em “verdade oficial” e que podemos ser punidos se lhe tocarmos. Podemos ficar “infectados” com a Verdade e podemos contagiar mais alguém.

Vivemos escondidos, fugidos aos olhares vigilantes dos Big Brothers. E só nos falta passar a ler completamente tapados por um cobertor e à luz de uma lanterna, para que o vizinho não saiba a “heresia” que estamos a cometer.

                                                     ***
Por mero acaso assisti hoje, ao fazer zapping, ao final do filme “Gandhi”. E apanhei um diálogo entre esse herói pacifista e uma jornalista da revista Life. Falava-se da Segunda Guerra mundial e das atrocidades de Hitler. É assim o diálogo:

Jornalista: Mas acredita que poderá usar a não violência contra Hitler?

Gandhi: Não sem derrotas e grande sofrimento (...) O que não se pode fazer é aceitar a injustiça de Hitler ou seja de quem for. Há que tornar visível a injustiça e estar pronto para morrer como um soldado.

                                                      ***
Espero que, quem sente medo, possa ler estas palavras e faça uma séria reflexão. Sim. Pelo menos ainda se pode pensar, sem que os Big Brothers saibam o que nos vai na alma. É que, como cantava Manuel Freire, “não há machado que corte a raiz ao pensamento”!

É importante comentar com os vossos amigos e conhecidos. A alternativa é a resignação ao domínio do medo. E esse é o objectivo de qualquer poder!
 


publicado por sopa-de-letras às 07:25
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

contador de visitas
sayaç
pesquisar
 
participar

participe neste blog

favoritos

DESCULPEM QUALQUER COISIN...

ONDE ANDAS MINHA ALEGRIA?

subscrever feeds
mais sobre mim
Os meus sitios:
www.meninadomonte.blogspot.co.uk https://www.facebook.com/mletras?ref=tn_tnmn http://www.hi5.com/profile.html https://twitter.com/#!/bletras letras1@msn.com bletras1@sapo.pt