SINTA-SE EM CASA, FIQUE A VONTADE
Loading ...
Domingo, 22 de Abril de 2012
RETRATO DA MULHER TRISTE

 

 

 

Vestiu-se para um baile que não há.
Sentou-se com suas últimas jóias.
E olha para o lado, imóvel.

Está vendo os salões que se acabaram,
embala-se em valsas que não dançou,
levemente sorri para um homem.
O homem  que  não existiu.

Se alguém lhe disser que sonha,
levantará com desdém o arco das sobrancelhas,
Pois jamais se viveu com tanta plenitude.

Mas para falar de sua vida
tem de abaixar as quase infantis pestanas,
e esperar que se apaguem duas infinitas lágrimas.

Cecília Meireles, in 'Poemas (1942-1959)'

 

 



publicado por sopa-de-letras às 22:55
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

contador de visitas
sayaç
pesquisar
 
participar

participe neste blog

subscrever feeds
mais sobre mim
Os meus sitios:
www.meninadomonte.blogspot.co.uk https://www.facebook.com/mletras?ref=tn_tnmn http://www.hi5.com/profile.html https://twitter.com/#!/bletras letras1@msn.com bletras1@sapo.pt