SINTA-SE EM CASA, FIQUE A VONTADE
Loading ...
Terça-feira, 24 de Abril de 2012
CRAVOS MORTOS

 

 

 

 

 

Livrai-nos senhor dos bons

Porque dos maus nos nos livramos.

Povo meu, que com coragem e audacia

Soubeste calar a voz do fascismo.

Engravidaste de esperanca

Embebedaste-te de liberdade

Elegeste os bons para teu governo

Acreditando, confiando

Em suas maos o teu destino.

 

Povo credulo e ingenuo

Que ao longo de 38 anos

Deixaste que os cravos secassem

E que dia apos dia

Te fossem diminuindo a racao.

Mas tudo por um bom motivo

Tudo em nome da liberdade

Apregoada pelos bons

E por ti acarinhada.

 

Povo povo crianca

Tao facil de enganar

Que te deixas adormecer

Embalado pelo discurso

E pelas cantigas dos bons

Esta na hora de acordar

Ha muito que o galo cantou

Anunciando a chegada

De um novo dia

 

Sai dessa inercia

Vai fazer nova sementeira

Semeia cravos novos

Antes que te matem de fome

Mostra a ti proprio

Que nao deve ser para ti

O pao que o diabo amassou

Que o comam os bons

Se nas barrigas gordas

Ainda lhes couber

 

Quando o amanha chegar

Sairas para a rua

Espalhando os teus cravos

Os cravos da tua colheita

E poderas respirar

E de novo inundar

De esperanca o coracao

Que dos fracos nao reza a historia

Tu bem o sabes povo meu

 

 

 

 

 

 

 



publicado por sopa-de-letras às 21:56
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

contador de visitas
sayaç
pesquisar
 
participar

participe neste blog

subscrever feeds
mais sobre mim
Os meus sitios:
www.meninadomonte.blogspot.co.uk https://www.facebook.com/mletras?ref=tn_tnmn http://www.hi5.com/profile.html https://twitter.com/#!/bletras letras1@msn.com bletras1@sapo.pt