SINTA-SE EM CASA, FIQUE A VONTADE
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013
OS MEUS VERSOS

 

 

Rasga esses versos que eu te fiz, amor!

Deita-os ao nada, ao pó, ao esquecimento,

Que a cinza os cubra, que os arraste o vento,

Que a tempestade os leve aonde for!

Rasga-os na mente, se os souberes de cor,

Que volte ao nada o nada de um momento!

Julguei-me grande pelo sentimento,

E pelo orgulho ainda sou maior!...

Tanto verso já disse o que eu sonhei!

Tantos penaram já o que eu penei!

Asas que passam, todo o mundo as sente...
Rasgas os meus versos... Pobre endoidecida!

Como se um grande amor cá nesta vida

Não fosse o mesmo amor de toda a gente!...

 

Florbela Espanca, in "A Mensageira das Violetas"

 

 



publicado por sopa-de-letras às 23:49
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

contador de visitas
sayaç
pesquisar
 
participar

participe neste blog

favoritos

DESCULPEM QUALQUER COISIN...

ONDE ANDAS MINHA ALEGRIA?

subscrever feeds
fresquinhos

OS MEUS VERSOS

FANATISMO

AMIGA

SAUDADES

FANATISMO

EUNICE MUNOZ diz FLORBELA...

TRAZES-ME EM TUAS MAOS DE...

PERDI MEUS CASTELOS FANTA...

FLORBELA ESPANCA - DE JOE...

FLORBELA ESPANCA - ALMA P...

FLORBELA ESPANCA - AMAR

baú
links
mais sobre mim
Os meus sitios:
www.meninadomonte.blogspot.co.uk https://www.facebook.com/mletras?ref=tn_tnmn http://www.hi5.com/profile.html https://twitter.com/#!/bletras letras1@msn.com bletras1@sapo.pt