SINTA-SE EM CASA, FIQUE A VONTADE
Quinta-feira, 27 de Outubro de 2011
MARIA TEREZA HORTA

 

 

POEMA SOBRE A RECUSA

 

Como é possível perder-te
sem nunca te ter achado
nem na polpa dos meus dedos
se ter formado o afago
sem termos sido a cidade
nem termos rasgado pedras
sem descobrirmos a cor
nem o interior da erva.

 

Como é possível perder-te
sem nunca te ter achado
minha raiva de ternura
meu ódio de conhecer-te
minha alegria profunda.

 

In "Vozes e Olhares Femininos"

Edições Afrontamento – Porto – 2001

 

Maria Tereza Horta

1937

 


tags:

publicado por sopa-de-letras às 14:49
link do post | comentar | favorito
partilhar

contador de visitas
sayaç
pesquisar
 
participar

participe neste blog

favoritos

COISAS QUE NOS DOEM

DESCULPEM QUALQUER COISIN...

ONDE ANDAS MINHA ALEGRIA?

subscrever feeds
mais sobre mim
Os meus sitios:
www.meninadomonte.blogspot.co.uk https://www.facebook.com/mletras?ref=tn_tnmn http://www.hi5.com/profile.html https://twitter.com/#!/bletras letras1@msn.com bletras1@sapo.pt